Thursday, September 11, 2008

do parede para a AU



um post despretensioso de exatamente um ano atrás acabou se transformando em uma matéria mais elaborada para a Revista AU. Para tanto eu acabei entrevistando os arquitetos Stephen Kieran e James Timberlake que aliás foram super atenciosos e prestativos.

deixo aqui meu agradecimento a toda equipe da AU e em especial a Simone Capozzi pelo convite que me permitiu mostrar a arquitetura de Kieran e Timberlake construída aqui na minha Ann Arbor para colegas do Brasil inteiro,

o texto completo pode ser lido no site da AU

10 comments:

.cleozinha. said...

Muito legal!!! (O prédio e o texto, parabéns). Essa falta de ousadia (responsável, claro) nos projetos de intervenção ou entorno de bens protegidos é um fato que nós do patrimônio vivenciamos diariamente. Uma pena... ou um desafio!

Alberto said...

Oba, vou ler primeiro! To com a revista na mão.

Alencastro said...

Você ainda não recebeu a revista impressa, não Fernando? Pois bem, acho que você deveria rever seus agradecimentos "a toda equipe da AU e em especial a Simone Capozzi": na diagramação, puxaram a foto por cima do título e a matéria saiu sem o seu nome!

carlos said...

que mesquinho que você é alencastro! tem o crédito do Fernando no final da matéria de qq maneira - aliás, igual costuma sair na Projeto, que às vezes só coloca as iniciais do autor da matéria no final do texto.

Fernando L Lara said...

prezado alencastro,

bem vindo aos comentarios do parede.

eu ainda nao recebi a revista impressa mas ja soube do erro de diagramacao. Mesmo assim nao tenho nada contra o pessoal da AU que tem sido otimos parceiros nesse objetivo comum do aprimoramento do debate arquitetonico em publico.

Manuela said...

Jóia, Fernando! Parabéns! Não li a matéria, mas vou ler.

PS. O mais interessante é saber que uma revista de arquitetura está antenada em blogs como o seu, e que existe essa troca entre mídias.

Ricardo Rossin said...

Legal Fernando, quando a AU chegar la no escrit´roio vou dar uma lida...Abraços e Parabens!!!

Annima said...

Olá, Fernando,

Muito legal a maneira como abordou o assunto. Seu texto ficou leve e rico em detalhes, ao mesmo tempo. Parabéns!

Mas, depois de lê-lo, fiquei com uma dúvida: se o investidor imobiliario nÃo fosse ex-aluno de Timberlake, será¡ que este projeto tinha rolado?

Fernando L Lara said...

oi anonima,

voce tocou no ponto chave: em algum momento houve uma troca positiva entre o Timberlake e o ex-aluno agora incorporador que resolveu confiar na modernidade do antigo professor. Eu sou bem otimista, acho que a boa arquitetura se propaga desta forma meio randomica, usando as pessoas mais variadas como vetores de transmissao. Meu panico comeca quando eu penso que a pessima arquitetura tambem se propaga da mesma forma.

Mário do Val said...

Bela matéria Fernando! O que eu mais gosto em revistas de arquitetura é quando publicam obras anônimas - arquitetura do dia-a-dia - e não ficam só em projetos expressivos. Gosto de ser surpreendido nessas horas.

O único senão sãos os desenhos publicados pela aU, em que a falta de peso gráfico cria confusão entre o X dos shafts e os boxes de chuveiro.

PS: Muito chique, a revista aproveitou outro post do Fernando, bem mais recente, para fazer a enquete do mês: "a arquitetura estaria melhor sem as escolas?". Como o Guedes não está mais entre nós, coube ao Helio Piñon advogar pelo diabo.