Tuesday, January 22, 2008

200 anos de “independência”


passou batido hoje pela versão online dos grandes jornais brasileiros (me digam se havia alguma notinha numa página lá no meio) o bicentenário da data em que o Brasil deixou oficialmente de ser uma colônia portuguesa.


em 22 de janeiro de 1808, o rei João VI e sua corte aportava em Salvador, transformando o território americano do sul em sede do reino, pouco depois oficialmente elevado a Reino Unido do Brasil, Portugal e Algarve.

tudo bem que nosso processo de idependência foi assim meio enviesgado, um imperador filho do outro rei, o nosso primeiro e depois o quarto de portugal.

mas que merecia pelo menos um debate ou uma análise nesse aniversário de 200 anos, isso merecia.

e cá entre nós, não é impressionante pensar que Oscar Niemeyer viveu mais da metade da vida soberana desse país?

4 comments:

Ricardo said...

Acho que o BBB deve estar na primeira página. Tem coisas mais importantes nesse país para olhar!

Alberto said...

Por hora, só o "fantástico" padrão globo de ver as coisas: Focado na tragicomédia da vinda da família real portuguesa.

Para mim é um mistério essa abordagem da globo. Quem é mocorongo não se interessa por esse assunto nem transformando ele num quadro dos trapalhões. E quem se interessa pasa raiva.

Fernando L Lara said...

Alberto,
ainda nao asisti a esses quadrinhos do fantastico sobre eventos historicos mas pelo que ouvi e li voce esta coberto de razao. E longevidade do BBB tambem eh um misterio pra mim Ricardo, nao da pra entender como essa bobagem consegue entrar na enesima versao com a mesma forca de audiencia. So mesmo apelando para o desespero dos milhoes que querem ficar famosos a qualquer custo. Mas janeiro eh assim mesmo, muita chuva, futebol ruim, pouca noticia. Nos deviamos todos ir pra Bahia esperar o carnaval chegar.

Anonymous said...

Fernando, passou rapidamente no jornal este domingo, pois em Salvador teve uma pequena comemoração. Procurei aqui no site da globo para te enviar o link do video, mas nao achei, mas fica a informação :) Paula Vieira.