Sunday, October 21, 2007

Chavez e Bush se merecem

Se havia dúvidas quanto ao projeto de poder perpétuo de Hugo Chavez, elas evaporaram ontem com o congresso da Venezuela aprovando uma extensão do mandato atual e a possibilidade de reeleição continua do líder bolivarista. Some-se a isso o fechamento de jornais e TVs oposicionistas e está pronto o circo de uma pseudo-democracia de esquerda.

Ao mesmo tempo aqui no norte as coisas não vão nada bem. Por mais que eu torça para os democratas voltarem a casa branca no ano que vem, me incomoda muito a sequencia Bush-Clinton-Clinton-Bush-Bush-Clinton? Se isso não cheira a democracia e sim a aristocracia não é por falta de fumaça indicando de onde vem o fogo.


Voltando a Chavez, é triste ver que uma grande parcela da esquerda prefere ignorar os ataques a democracia e o desmonte das instituições venezuelanas, vibrando a cada bravata do coronel. Nesse sentido, a esquerda chavista e a direita religiosa norte-americana são farinha do mesmo saco: bravatas podem ate ganhar eleição (infelizmente) mas não melhoram a vida de ninguém. Alguém tem visto os índices da Venezuela melhorando? Alfabetização, mortalidade infantil, saneamento? E os índices aqui nos EUA que seguem uma trajetoria de desigualdade acelerada desde 2000, coincidência?

Enquanto isso, parece que estamos perdidos e absolutamente órfãos de propostas que possam diminuir a desigualdade e ao mesmo tempo premiar o esforço pessoal.

A crise está ai na porta, cadê as oportunidades?

2 comments:

Max said...

não vejo uma continuidade tão grande assim - a não ser nos nomes - nessa sequencia bush-clinton.
Afinal, o segundo bush é bem pior, enquanto o segundo clinton tem todo o jeito de ser melhor...

Fernando L Lara said...

pois eh Max, mas imagina eleger a Dona Ruth Cardoso e depois a Roseana Sarney por exemplo... nao que estamos muito longe disso, vide governo do estado do Rio e nossos vizinhos ao sul.... mas nao consigo achar bom essa alternancia entre duas familias, por melhor ou pior que seja