Monday, February 9, 2009

fogueira das vaidades?






o prédio em chamas na foto é o hotel projetado por Rem Koolhas em Pequim, parte do complexo da CCTV, ainda nem inaugurado, queimando agora, segunda-feira a noitinha na China.

os bombeiros ainda nem acabaram seu trabalho e os blogs já estão transformando este incêndio em símbolo de uma mudança de paradigma.

fim do dinheiro fácil, fim das obras faraônicas, fim do exageros que marcaram a primeira década do milênio?

mas enquanto os blogs aceleram a conversa ninguem ainda se lembrou de perguntar se
todos os operários que trabalhavam na obra saíram do prédio ilesos.

é que paradigmas a parte, só quando a arquitetura entra em colapso é que lembramos da nossa fragilidade diante desses colossos de aço, concreto e vidro

5 comments:

Marco Antonio Borges Netto - Marcão said...

Fernando,

Segundo o portal G1, felizmente não houve mortos nem feridos. A Folha de São Paulo destacou que o fogo foi contido em 3 horas e que as causas ainda não foram descobertas. Mesmo sem saber o que foi danificado, os chineses informaram que a obra ficará pronta ainda este ano e contará com a consultoria do OMA até o fim.

Agora, acho prematuro afirmar que um incêndio de causas ainda desconhecidas seja capaz de decretar alguma mudança de paradigma na arquitetura.

Geralmente essa mudança se dá quando constrói-se algo, e não quando algo é destruído.

Danilo Matoso said...

Oi Fernando,

E aí, cara? Tudo bem? Há quanto tempo...
A Sylvia comentou comigo de sua menção à mdc e a mim em seu blog. Passei por aqui e vi que era verdade. O debate continua - Oscar desistiu mas a "janela" parece ter ficado aberta, pois o Hugo mandou outro texto anteontem... Confira tudo em: http://mdc.arq.br/tag/praca-da-soberania/
Achei o blog legal também. Vou assinar o RSS hoje.
Obrigado pelos links, pela menção e dê notícias: participe do debate na revista e mande outros textos se quiser.
Vi a notícia sobre seu livro quando foi lançado, mas achei o preço online meio salgado e fiquei pensando se você não vai lançar ele no Brasil - quem sabe no seminário do docomomo no Rio? Se não for, me avise que compro na internet mesmo.

Fernando L Lara said...

oi Danilo,

que bom ter noticias suas. Vou te mandar um e-mail mais completo mas ja adianto que tambem fiquei muito frustrado com o preco do livro.

abracos,
Fernando

Ana Guimarães said...

Ei, Fernando!
Tenho andado sempre por aqui no Parede de Meia.
Você chegou a participar de algumas bancas minhas na faculdade, mas não deve se lembrar de mim...
Minha arquitetura anda meio engessada. Tenho trabalhado mais executando as idéias dos outros do que concebendo as minhas próprias. Talvez daí venha a verborragia do blog: a arte e a reflexão encontram na escrita, na música, na fotografia, no teatro, na literatura e no cinema o espaço pra fluir que tem faltado na minha arquitetura cotidiana. Mas o que não faltam são projetos!
Bom a gente trocar algumas idéias de vez em quando... Principalmente depois de uma vitória do glorioso de goleada (risos)!
Beijos,
Ana

Cláudia Oliveira said...

inacreditável (mas bem possível)que esse monstro da arquitetura pós-moderna do admirado mestre tenha se incendiado!